Preço da cesta básica recua em seis capitais

A Pesquisa Nacional da Cesta Básica, realizada mensalmente pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos), constatou que o custo dos gêneros de primeira necessidade caiu em seis das dezesseis capitais analisadas no mês de novembro.As retrações foram verificadas em Brasília (-3,25%), João Pessoa (-1,03%), Fortaleza (-0,91%), São Paulo (-0,82%), Florianópolis (-0,72%) e Goiânia (-0,11%). Apesar desses recuos, algumas capitais tiveram aumentos significativos, como ocorreu em Recife (5,40%) e Natal (3,54%).Entretanto, nove capitais apresentaram em novembro valor superior a R$ 100,00, que é a ração essencial mínima: São Paulo (R$ 121,61), Porto Alegre (R$ 118,41), Rio de Janeiro (R$ 115,11), Belo Horizonte (R$ 115,03), Curitiba (R$ 114,61), Brasília (R$ 112,55), Florianópolis (R$ 107,53), Recife (R$ 102,82) e Belém (R$ 100,69). Os menores valores da cesta básica foram apurados em Salvador (R$ 88,74) e João Pessoa (R$ 89,92).Último anoEntre dezembro de 1999 e novembro de 2000 todas as capitais registraram aumentos no preço da cesta básica. As maiores variações registradas foram em Recife (20,94%), Porto Alegre (13,78%), Rio de Janeiro (12,89%), Fortaleza (11,88%) e Belo Horizonte (10,70%).

Agencia Estado,

04 de dezembro de 2000 | 16h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.