Preço de bebidas frias subirá até 2,25% após alta de imposto, diz Receita

A Receita Federal afirmou na noite desta quarta-feira que o preço de bebidas frias, categoria que inclui cervejas, refrigerantes, energéticos, isotônicos e refrescos, vai subir até 2,25 por cento em média após reajuste na tabela de tributação do setor.

Reuters

30 de abril de 2014 | 19h59

Na terça-feira, a Receita havia informado que a nova tabela traria um impacto médio de 1,3 por cento no preço final das bebidas.

(Por Luciana Otoni)

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSRECEITACORRIGE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.