bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Preço de eletrônico pode subir no mês que vem

Os preços de aparelhos eletroeletrônicos de imagem e som devem ser reajustados antes do Dia das Mães e da Copa do Mundo. A justificativa dos fabricantes para o aumento é a necessidade de repassar para os preços aumentos de custos decorrentes da alta do dólar no ano passado.A Semp Toshiba, que detém 25% do mercado brasileiro de televisores, já informou que quer reajustar suas tabelas em 8% até o fim de abril. Os concorrentes informam que ainda estão estudando a possibilidade de reajuste mas não bateram o martelo quanto aos porcentuais. O presidente da Semp Toshiba, Afonso Antônio Hennel, estima que o mercado brasileiro de televisores cresça 20% este ano e alcance 5,5 milhões de aparelhos, repetindo o volume registrado em 2000. No ano passado, as vendas haviam recuado para 4,7 milhões de unidades, devido principalmente aos efeitos restritivos do racionamento de energia elétrica e da alta dos juros. DVD regravávelA Semp Toshiba programou o lançamento de 60 produtos até o final do ano. O destaque será o aparelho DVD regravável. O modelo tem um HD de 30 GB, que combinado aos 4,7 GB de memória do CD DVD-Ram, permite uma gravação de até 33 horas de vídeo. O aparelho reproduz, congela ou reprisa imagens enquanto o programa estiver sendo gravado em HD. O preço ainda não está definido, mas a empresa estima que o aparelho deverá ser vendido por cerca de R$ 7 mil, a partir do início do segundo semestre. No Japão, o mesmo modelo que vai ser adaptado para atender as necessidades do mercado brasileiro custa US$ 1,5 mil. A previsão da empresa é de que os preços recuem com o aumento da escala de produção, o que deve demorar alguns anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.