Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Preço de exportação de trigo da Rússia cai pressionado por boa safra

O país, um dos principais exportadores globais, por meio do Mar Negro, deverá colher 57,5 milhões de toneladas em 2014

REUTERS

28 de julho de 2014 | 09h45

Os preços de trigo russo para exportação caíram pela terceira semana consecutiva devido a boas perspectivas para a colheita, disseram analistas nesta segunda-feira.

A Rússia, um dos principais exportadores globais, por meio do Mar Negro, deverá colher 57,5 milhões de toneladas em 2014, disse a consultoria Ikar, uma das mais importantes do país, em nota.

"A previsão foi elevada (ante 56,3 milhões de toneladas) graças a melhores índices de produtividade em várias regiões", disse o diretor da Ikar, Dmitry Rylko.

Os preços do trigo da nova safra da Rússia com 12,5 por cento de proteína caíram 2 dólares para 242 dólares por tonelada ao fim da semana passada, disse a consultoria.

A cotação refere-se ao produto colocado dentro do navio (FOB) no Mar Negro, na comparação com uma semana antes. Os preços FOB para o mesmo tipo de trigo, mas com carregamento no Mar de Azov ficaram estáveis em 217 dólares por tonelada.

A Rússia já colheu 33,2 milhões de toneladas da safra, em 36 por cento da área prevista, até 25 de julho, segundo o Ministério da Agricultura.

Um ano antes, a colheita chegava a 27,8 milhões de toneladas, com menores produtividades, segundo os dados do ministério.

Desde o início da temporada comercial 2014/15, em 1º de julho, até o dia 25, o país exportou mais de 2 milhões de toneladas de grãos, incluindo 1,6 milhão de toneladas de trigo.

(Por Polina Devitt)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSTRIGORUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.