Preço de venda da Vale será divulgado esta semana

O preço de venda da oferta global de ações da Companhia vale do Rio Doce (CVRD) feita pelo governo em março será divulgado na próxima quinta-feira pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo fonte na instituição, a procura pelo papel com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ultrapassou o limite de R$ 1 bilhão fixado pelo governo. Por isso, será necessário fazer um rateio proporcional entre trabalhadores interessados nos papéis da companhia.As ofertas com recursos do FGTS terminaram na última sexta-feira e a divisão será feita amanhã.O governo optou por definir um teto para utilização do dinheiro do fundo para evitar uma grande descapitalização do FGTS, que hoje soma R$ 83,5 bilhões. O valor da oferta será fechado amanhã à noite em Nova York, onde será apurado o resultado das ofertas dos investidores institucionais brasileiros e estrangeiros. O BNDES explicou que o preço será formado pela média dos lances dos investidores institucionais, prática conhecida no mercado financeiro como sistema de "bookbuilding", Foram colocadas à venda 78,8 milhões de ações ordinárias da mineradora que ainda estavam na carteira do Tesouro Nacional e do BNDES, fatia que corresponde a 31,5% do capital ordinário da empresa.A expectativa é arrecadar cerca de R$ 4 bilhões com a operação da Vale, o que dará um bom reforço ao cofre do Tesouro em 2002. Além dos R$ 1 bilhão com FGTS, os investidores brasileiros de varejo também tiveram chance de adquirir os papéis da mineradora com recursos próprios. Esta semana começou a oferta dos investidores institucionais domésticos e estrangeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.