Preço do álcool cai em SP; no Brasil fica estável

O preço do álcool hidratado nos postos paulistas manteve o ritmo de queda e fechou a semana passada a R$ 1,747 por litro, valor 1,07% menor do que o registrado na semana anterior. Na média nacional, porém, o preço do combustível continua estável, sem repasse para o consumidor da redução das cotações no atacado. Segundo a pesquisa semanal de preço da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o litro do álcool custava, em média no País, R$ 2. Em São Paulo, o preço do combustível chega à quarta semana de queda consecutiva. De acordo com a ANP, a redução acumulada no período chega a 2,4%, refletindo maior estabilidade na relação entre oferta e demanda após o início da colheita da safra 2005/2006 e a redução do porcentual de álcool anidro na gasolina de 25% para 20%. Segundo o Centro de Pesquisa Econômica Aplicada (Cepea), da USP, a cotação do produto nas usinas paulistas caiu 3,2% na semana passada, chegando a R$ 1,1215 por litro. O Cepea também verificou uma queda, ainda que em menor intensidade, na cotação do álcool anidro, que é misturado à gasolina. De acordo com o instituto, o preço do combustível caiu 0,7%, para R$ 1,2067 por litro. O movimento, no entanto, ainda não teve reflexos no preço da gasolina, que, segundo a ANP, fechou a semana a R$ 2,471, em média, nos postos de São Paulo. No Brasil, o derivado de petróleo era vendido a uma média de R$ 2,583 por litro, valor pouco acima (0,15%) do registrado na semana anterior. Gás natural A pesquisa da ANP detectou ainda alta no preço do gás natural veicular (GNV), que vem subindo nas últimas quatro semanas. Na média nacional, o combustível custava R$ 1,262 por metro cúbico na semana passada, valor 0,5% superior ao verificado na semana anterior. No último mês, a alta acumulada chega a 1,5%. O preço do GNV nas bombas vem sofrendo os impactos dos reajustes do gás natural promovidos pela Petrobrás desde setembro do ano passado. Em São Paulo, o produto foi vendido, em média, a R$ 1,179 por metro cúbico na última semana, aponta a ANP, valor praticamente estável com relação à semana anterior.

Agencia Estado,

18 Abril 2006 | 17h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.