Preço do álcool caiu 12,3% nos últimos 30 dias

O preço do álcool combustível, que por meses influenciou as altas registradas pelos indicadores de preços ao consumidor, caiu 6,69% na primeira quadrissemana e já está 12,3% negativo na comparação ponta a ponta, entre a primeira semana de maio e a mesma em abril. A trajetória de queda que este produto assumiu é um dos elementos que dão segurança para o coordenador do IPC-Fipe, Paulo Picchetti, manter a sua projeção de inflação em 0,10% para maio mesmo com a iminência de os alimentos voltarem para o terreno positivo.Em decorrência da queda apurada pela Fipe no preço do álcool nas bombas, o preço da gasolina também mostrou queda na primeira quadrissemana de maio, de 0,21%. O preço do litro da gasolina vinha sendo puxado porque na sua composição é adicionado o equivalente a 25% de álcool. Agora, com a entrada da safra de cana-de-açúcar, o preço do combustível começa a devolver alta de meses atrás.Também em resposta à safra de cana-de-açúcar, o preço do açúcar, outro produto que vinha atuando na ponta de alta, também começa a devolver parte dos aumentos. Na primeira quadrissemana de maio o preço do açúcar caiu 0,31%.

Agencia Estado,

10 de maio de 2006 | 16h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.