Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Preço do álcool chega a R$ 0,99 em SP

Ao contrário dos anos anteriores, o início da safra da cana-de-açúcar na região Centro-Sul demorou mais do que o normal para alcançar os consumidores

Agnaldo Brito, do Estadão,

24 de julho de 2007 | 17h29

O preço do álcool hidratado vendido nos postos de combustível atingiu o menor valor neste ano na Grande São Paulo. Alguns estabelecimentos já vendem o produto a R$ 0,99 o litro. Ao contrário dos anos anteriores, os efeitos do início da safra da cana-de-açúcar na região Centro-Sul - embora tenha provocado forte redução dos preços nas usinas - demorou mais do que o normal para alcançar os consumidores. A safra, considerada a maior da história da região Centro-Sul do País, começou há três meses.  Leia mais na edição desta quarta-feira do Estadão Calcule a opção mais vantajosa: álcool ou gasolina Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP) divulgado na semana passada, o preço médio do álcool hidratado nos postos de São Paulo foi de R$ 1,206. O preço do litro baixou quase 5% em quatro semanas. "Neste ano, a tradicional queda de preços do álcool na safra demorou mais do que nos anos anteriores. As distribuidoras não repassaram a queda de preços obtidas nas usinas para os postos. Por isso, não houve que na bomba", criticou Joaquim Mesquita, diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Derivado de Petróleo de São Paulo (Sincopetro), entidade que representa 6,3 mil postos no Estado. A concorrência no setor deverá pressionar nas próximas semanas o preço ainda mais para baixo, avalia Mesquita. O descompasso entre a queda de preços nas usinas e nos postos fez o governo criar um grupo de trabalho do álcool no âmbito do Ministério de Minas e Energia (MME). O objetivo do grupo é negociar no setor um novo modelo de comercialização e regulação do setor de álcool.

Tudo o que sabemos sobre:
Preço do álcool

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.