Preço do álcool recuou mais na semana passada

A trajetória de queda do preço do álcool ganhou força na última semana, segundo a pesquisa semanal de preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP). A redução média nos postos brasileiros foi de 4,3% e, em São Paulo, o valor de venda do combustível estava 7,2% menor do que na semana anterior. Foram os maiores porcentuais detectados pela pesquisa desde o fim do ciclo de alta, há seis semanas. Em São Paulo, o consumidor já pode optar pelo álcool hidratado na hora de abastecer o carro.De acordo com a ANP, o preço médio do combustível nos postos paulistas foi de R$ 1,478 por litro na última semana. Com a gasolina a R$ 2,446 por litro, em média no Estado, o álcool está valendo 60,4% do preço de seu concorrente, dentro do limite de competitividade do combustível, segundo estimam especialistas do setor. Na média nacional, porém, o preço médio de R$ 1,813 por litro ainda faz com que a gasolina seja mais vantajosa.Em apenas um mês, o preço do álcool caiu 14,6% no Estado de São Paulo e já retorna à média vigente no final do ano passado. Enquanto a queda no varejo ganhou intensidade, no atacado, porém, o ritmo foi reduzido na última semana: segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (Cepea), a cotação do álcool hidratado nas usinas paulistas caiu apenas 1,1% na semana passada, para R$ 0,967 por litro.Mais uma vez, a ANP não detectou grandes variações no preço da gasolina, que poderia se beneficiar da redução no preço do álcool anidro verificada nas últimas semanas pelo Cepea. Segundo a pesquisa de preços da agência, na semana passada a gasolina custava R$ 2,574 por litro, em média, no País. O valor é apenas 0,2% menor do que o registrado há um mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.