Preço do álcool sobe pela terceira semana consecutiva

Levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (Cepea/Esalq/USP), divulgado nesta sexta-feira mostra uma nova elevação nos preços de venda do álcool das usinas para as distribuidoras (sem impostos) em comparação à semana passada.Nesta semana, o álcool anidro fechou em R$ 0,97025/litro, alta de 11,78%, e o hidratado em R$ 0,89963/litro, alta de 7,24% na comparação com o período anterior.É a terceira semana consecutiva de alta. De acordo com a pesquisadora do Cepea Ivelise Rasera Bragato, esse é o resultado do período de final de safra, com disponibilidade pequena do produto no mercado. "Grande parte das unidades está com quase nenhum produto disponível para venda. Nessa semana houve uma boa procura. O comprador, observando a alta dia após dia, acaba se antecipando, imaginando que pode aumentar ainda mais".Quanto à falta de álcool e aumento do preço pago pelos postos na região de Sorocaba (SP), verificada nos últimos dias, Ivelise afirma que possivelmente seja um caso específico. "Pode ser que postos estejam com estoque baixo", infere. Na região de Ribeirão Preto, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sincopetro) garante que os estoques são suficientes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.