Preço do barril do petróleo cai abaixo de US$ 66

Os contratos futuros de petróleo fecharam abaixo de US$ 66,00 o barril na New York Mercantile Exchange (Nymex), pressionados pelas notícias sobre a retomada de operação de refinarias e avanços na recuperação da produção de petróleo e gás natural na região do Golfo do México. De uma capacidade de refino de quase 1,8 milhão de barris/dia, ou cerca de 12% do total nos EUA, interrompida pela passagem do furacão Katrina, cerca de 25% haviam voltado a operar e mais 27% deverão retornar a atividade na metade da semana. Embora a recuperação do restante da capacidade de refino vá levar semanas, ou até meses, analistas disseram que um aumento na importação de gasolina dos EUA e um declínio sazonal na demanda deverão ser suficientes para aliviar o problema de oferta causado por Katrina. Efeitos do Katrina O Katrina interrompeu a produção de quase toda a produção de petróleo e gás natural no Golfo do México, provocou a paralisação das oito maiores refinarias ao longo da Costa do Golfo e levou outras 12 a operarem a taxas reduzidas devido a interrupção no abastecimento de petróleo bruto. O governo respondeu ao choque liberando as reservas estratégicas (SPR), suspendendo temporariamente o efeito das leis que regulam a emissão de poluição da gasolina e a lei que proíbe o transporte doméstico de petróleo e combustível por navios de bandeira estrangeira. Os membros da organização para Desenvolvimento e Cooperação Econômica (OCDE) concordaram na sexta-feira a liberar 2 milhões de barris/dia de petróleo e produtos refinados de suas reservas estratégicas por 30 dias. Contudo, a incerteza sobre o impacto que a liberação das reservas de emergência dos países industrializados terá sobre o cenário apertado de oferta provavelmente vai manter o mercado num viés de alta, disse Tom Bentz, analista do BNP Paribas Futures. Preços Na Nymex, os contratos de petróleo para outubro fecharam em US$ 65,96 o barril, em queda de US$ 1,61 (-2,38%). A mínima foi de US$ 65,65 e a máxima de US$ 67,30. Em Londres, no sistema eletrônico da International Petroleum Exchange (IPE), os contratos de petróleo brent para outubro fecharam em US$ 64,67 o barril, em queda de US$ 0,18. A mínima foi de US$ 64,20 e a máxima de US$ 66,08. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

06 Setembro 2005 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.