Preço do diesel subirá nas bombas até sábado

A Petrobras começará a cobrar mais caro das distribuidoras pelo óleo diesel a partir da zero hora de quinta-feira e os postos de combustível deverão repassar o aumento até, no máximo, o próximo sábado. A previsão é do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sincopetro), José Alberto Paiva Gouveia, que concedeu hoje de manhã entrevista à Rádio Eldorado AM/SP.O aumento anunciado pela Petrobras para as refinarias foi de 8,25%, mas Gouveia preferiu não antecipar o índice de reajuste final nas bombas dos postos de combustível. "O número que o governo dá ou a Petrobras dá é um número que a gente tem que esperar para poder saber, porque o preço está liberado", disse. Ele explicou que o diesel é um produto muito competitivo e, por isso, será preciso esperar para observar a reação do mercado e os novos preços.GasolinaO presidente do Sincopetro disse que ainda não sabe dizer se haverá em breve o reajuste no preço da gasolina, mas previu que com a liberação do mercado de combustíveis e dos preços da Petrobras - que acompanha o mercado internacional - haverá oscilações nos preços dos produtos. "Nós teremos que nos acostumar com a variação de preços, que pode acontecer duas, três, quatro vezes por mês ", comentou.Gouveia ressaltou que, ?infelizmente?, os preços têm subido porque o mercado internacional também está em elevação. Para ele, quando os preços externos caírem deverá ocorrer o mesmo no Brasil. "Temos que ficar atentos para ver se a agilidade vai ser a mesma, porque agilidade para subir está sendo colocada em prática, mas para baixar é que nós temos que ficar atentos e ver se isso acontece", alertou o presidente do Sincopetro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.