Preço do gás de cozinha pode cair R$ 10, afirma o governo

O preço do botijão de gás poderá ter uma redução de até R$ 10,00 para o consumidor no médio prazo, disse hoje o secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, José Tavares de Araújo. De imediato, os técnicos da área econômica estimam uma redução de R$ 3,00. A redução faz parte de uma série de medidas para aumentar a concorrência na comercialização do produto. O governo vai autorizar a Petrobras a entrar no mercado de distribuição de gás de cozinha. Atualmente, as distribuidoras cobram uma margem de comercialização correspondente a 38,5% do preço final do botijão. Outra novidade é a possibilidade das empresas atuarem na importação e no refino do gás de cozinha. Hoje, só a Petrobras faz isso.

Agencia Estado,

01 Julho 2003 | 20h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.