Preço do leite ao produtor tem primeira queda do ano

Após dez meses de altas consecutivas, os preços do leite pagos ao produtor caíram mais de 6% em setembro, de acordo com dados divulgados hoje pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e pela Scot Consultoria. No primeiro recuo de 2007 e após uma alta superior a 60% no ano, a cotação média nacional dos sete Estados pesquisados pelo Cepea passou de R$ 0,80 o litro, em agosto, para R$ 0,7495 o litro no mês passado, queda de 6,3% ou de R$ 0,05 o litro. Já a consultoria Scot apontou um recuo de 6,58% no preço ao produtor na média dos 17 Estados avaliados pela consultoria, que fechou setembro em R$ 0,718 o litro.A queda, de acordo com os analistas, é resultado apenas do aumento da oferta do produto e da queda no consumo após as altas. Ou seja, ainda não é possível apontar uma eventual queda no consumo (e nos preços) após da Operação Ouro Branco, da Polícia Federal, que apura fraudes no leite desde a semana passada. A tendência é de que o aumento das chuvas nas grandes regiões produtoras melhore os pastos e aumente oferta de leite.Com isso, de acordo com o Cepea, 93% dos agentes de mercado apostam que o preço volte a recuar este mês. Já para a Scot Consultoria, o índice dos que apostam na queda dos preços ao produtor em outubro chega a 91%. "As chuvas melhoram a produção e preços caem mesmo. O volume vai crescer bastante e ainda é cedo para quantificar sobre as fraudes, pois os laticínios fecham os preços só no final do mês", disse Cristiane de Paula Turco, da Scot.Outro fator apontado pela consultoria foi que a queda no consumo de lácteos após os sucessivos aumentos nos preços fez com que os supermercados comprassem menos e as indústrias, consequentemente, ampliassem estoques. Em relação aos preços mais altos do ano, o leite longa vida (UHT) já recuou 34% no atacado e 27,5% no varejo, de acordo com a Scot.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.