Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Preço do minério atinge menor patamar desde 2009

Esfriamento da economia chinesa e excesso de oferta do insumo no mercado estão entre as causas da queda

REUTERS , O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2014 | 02h05

Os preços do minério de ferro no mercado à vista da China ampliaram o movimento de queda ontem e chegaram a valer menos de US$ 78 por tonelada. A desvalorização da commodity ocorre em um momento de oferta abundante e de fraca demanda das siderúrgicas antes do feriado de uma semana do Dia Nacional, que começa na quarta-feira.

Os lucros das indústrias no país asiático caíram 0,6% em agosto em relação aos valores registrados um ano antes, revertendo uma alta de 13,5% em julho, no mais recente sinal de enfraquecimento da segunda maior economia do mundo. O preço do minério com 62% de teor de ferro caiu 1,1% ontem, para US$ 77,7 por tonelada, o menor patamar desde setembro de 2009, segundo dados do Steel Index.

"O excedente de oferta permanece uma questão importante tanto para o minério de ferro quanto para o aço e nós não enxergamos uma recuperação dos preços tão cedo", disse um operador de minério de ferro de Xangai.

Alguns investidores estão também reduzindo ou fechando suas posições nos mercados futuros de minério de ferro e de aço -que também atingiram mínimas históricas ontem - antes do feriado prolongado, acrescentou o operador.

Grandes mineradoras como Vale e Rio Tinto têm elevado sua produção de minério de ferro nos últimos meses, inundando o mercado global.

Além das mineradoras, siderúrgicas chinesas com carregamentos excedentes vinculados a contratos de longo prazo com os fornecedores também estão descarregando produto no mercado, ampliando o excedente. Ao mesmo tempo, compradores interessados são raros, disseram operadores.

"Há muitos carregamentos no mercado e eu acredito que as usinas provavelmente já têm minério suficiente para cobrir suas necessidades durante o período de feriado", disse o operador de Xangai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.