finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Preço do pão francês provoca protesto de donas-de-casa

A venda do pão francês por quilo, obrigatória desde a semana passada, gerou um confronto entre as padarias, que aumentaram os preços, o Procon, que ameaça punir se forem comprovadas as irregularidades, e o Movimento das Donas-de-Casa e Consumidores do Estado de Goiás que iniciou, nesta sexta-feira, um boicote distribuindo receitas de pão caseiro. "O boicote terá duração de 30 dias e além da distribuição das receitas para a comunidade vamos ensinar como se faz o pão caseiro e a fugir dos preços exorbitantes das padarias e supermercados", disse Nilza Bonfim, presidente da entidade.De acordo com levantamento da associação, o aumento médio do preço do pão francês, na conversão de unidade para quilo nas padarias de Goiânia, revelou um aumento médio de 50%. Isto porque, nos cálculos da entidade, os preços unitários variavam de R$0,20 a R$ 0,30 antes da implantação das balanças.Porém, os preços cresceram ainda mais durante coleta de dados da pesquisa, feita pelas donas-de-casa em estabelecimentos (padarias e supermercados) existentes em 12 dos principais bairros. E descobriram que, depois da conversão, os 20 pãezinhos que pesam em média cerca de 1 quilo, passaram a custar entre R$ 3,99 e R$ 9.ProconNo menor preço, encontrado no supermercado Diegão no bairro operário de Novo Mundo, a pesquisa feita entre os dias 21 e 26 descobriu que o pão estava sendo vendido a R$ 3,99. Porém, no bairro nobre da Nova Suiça, na padaria Ki-Bella, o quilo de pão custava R$ 9,00. "A variação entre o menor preço e o maior preço foi de 126%", disse Nilza Bonfim. "Só tem um jeito de parar eles, parar de comprar deles", acredita ela.Para Sara Saeghe Ximenes, gerente do Procon, as padarias tiveram quatro meses para se adequar às normas do Inmetro (portaria 146), que determina a venda do pão por quilo. "Embora o pão francês não seja tabelado, tal variação de preços não faz sentido porque os ingredientes (farinha, o sal, a água) para produzi-lo é o mesmo", afirmou. Ximenes explicou que o Procon está apoiando o boicote e, na próxima semana, vai divulgar uma pesquisa que está sendo feira sobre o preço do pão francês, que confirma a descoberta das donas-de-casa."Vamos, ainda, aguardar o resultado de uma fiscalização das balanças, pelo Inmetro, para tomar as medidas possíveis contra o abuso", disse a gerente do Procon.InmetroEmbora contatado, o Sindicato dos Panificadores de Goiás (Sindipão) não deu retorno à reportagem. Um panificador, que pediu para não ser identificado, garantiu que no confronto gerado o Procon está de mãos atadas, as donas-de-casa não terão fôlego para sustentar o boicote e as padarias vão continuar praticando os preços que quiserem: "Há três faixas de preços em vigor; um para os supermercados, outro para as padarias dos bairros mais pobres, um terceiro para as padarias dos bairros mais ricos, e reclamações ao Papa", comentou.De acordo com informações da Superintendência do Inmetro, em Goiás, um levantamento foi feito por Paulo César Felipe, coordenador-técnico, durante visita de inspeção às padarias de Goiânia e do interior do Estado. E não foram encontradas "anormalidades". Em Anápolis, maior cidade do interior, a "anormalidade" encontrada foi uma balança com o visor voltado para a parede e não para o cliente, no balcão.Confira abaixo a receita distribuída pelas donas-de-casa:Receita do Pão caseiro:Ingredientes 1 Kg de farinha de trigo;1 ovo3 colheres (sopa) de fermento para pão;2 colheres (sopa) de açúcar;Sal a gosto;Meio litro de água.Modo de preparoFaça uma cova na farinha, misture o ovo, coloque o sal e o açúcar, despeje a metade da água e amasse bem. Acrescente o fermento de pão, que é dissolvido à parte. Após i preparo, cubra com um pano (úmido) e deixe fermentar até 3 horas. Se ficar grudenta coloque mais farinha na massa, dê tapinhas para abaixá-la, dê a forma do pão. Untar com manteiga um tabuleiro e coloque a massa que ficará crescendo num prazo de 40 minutos até uma hora. Depois, dê a forma do pão fazendo um corte com uma faca afiada antes de colocar no forno. Em 25 minutos estará pronto o pão caseiro.Matéria alterada às 18h25 para acréscimo de informações

Agencia Estado,

27 de outubro de 2006 | 15h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.