Preço do petróleo bate recorde e já sobe quase 32% no ano

Barril negociado na bolsa eletrônica de Nova York (Nymex) subiu US$ 2,17, para US$ 126,29, uma alta de 1,75%

Da Redação,

16 de maio de 2008 | 16h38

O preço do petróleo bateu novo recorde nesta sexta-feira, 16. O barril negociado na bolsa eletrônica de Nova York (Nymex) subiu US$ 2,17, para US$ 126,29, uma alta de 1,75%. No ano, o barril do petróleo já acumula alta de quase 32%. Veja também:Terceiro choque do petróleo já ameaça a economia mundialPreço do petróleo em alta   Um relatório do Goldman Sachs elevando a previsão para o preço do petróleo no segundo semestre de 2008 contribuiu para a alta do produto desde o início do dia. Mas, paralelamente, os analistas do banco de investimento reduziram suas previsões para as lojas de departamento, citando o efeito dos preços dos combustíveis. Nas bolsas norte-americanas, a disparada do petróleo e um indicador da confiança do consumidor que lembra a recessão dos anos 1980 continuam empurrando o mercado de ações para baixo, apesar dos dados inesperadamente positivos sobre construções de residências. Às 16h35, o índice Dow Jones estava em queda de 0,09%, em 12.981 pontos, mas seus componentes Exxon Mobil e Chevron subiam 1,07% e 1,57%, respectivamente. As ações dos bancos e setor financeiro, assim como as das varejistas e fabricantes de bens de consumo continuavam pressionando o índice Dow Jones. American Express e Home Depot, por exemplo, caíam 2,19% e 1,63%, respectivamente.

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.