Preço do petróleo bate recorde em Londres e nos EUA

A morte do rei Fahd da Arábia Saudita, que gerou incerteza nos mercados, impulsionou a alta dos preços do petróleo. O preço do petróleo tipo Brent, de referência na Europa, atingiu seu valor mais alto nesta segunda-feira, ao ser negociado a US$ 60,74 no mercado de futuros de Londres.Por volta das 14h (horário de Brasília), o preço do barril do petróleo tipo Brent, negociados em contratos futuros com vencimento em setembro, bateu o recorde no pregão do International Petroleum Exchange (IPE). O último recorde do preço do Brent foi registrado no último dia 8 de julho, quando o barril fechou negociado a US$ 60,36. Na sexta-feira passada o barril do Brent fechou a US$ 59,52, após alta de um dólar.A tendência de alta do Brent se manteve paralela à alta de hoje do barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve), de referência nos Estados Unidos. O WTI era negociado nesta segunda-feira acima dos US$ 61, no mesmo nível registrado durante a primeira semana de julho, quando também atingiu recordes de preço.A Arábia Saudita tem 22% das reservas mundiais de petróleo e é o principal produtor e exportador de petróleo do planeta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.