Preço do petróleo dispara com medo de guerra

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta em Londres e Nova York, sustentados pelos baixos estoques nos EUA e pouca esperança que a diplomacia consiga evitar uma guerra no Iraque, disseram analistas. Na mercado norte-americano, os contratos para março fecharam em US$ 36,36 o barril - maior nível de fechamento desde 20 de setembro de 2000 -, em alta de US$ 0,59 (1,65%). Na Grã-Bretnha, os contratos de petróleo para março fecharam em US$ 33,06 o barril, em alta de US$ 0,61 (1,88%). A atenção do mercado está voltada para a reunião desta sexta-feira na ONU, quando o chefe dos inspetores de armas, Hans Blix, dirá ao Conselho de Segurança se o Iraque está ou não cumprindo as exigências de desarmamento. Os EUA esperam que relatório convença os membros do Conselho a aprovar uma segunda resolução autorizando o uso da força contra o Iraque.Hoje, o Departamento de Energia dos EUA informou que os estoques de petróleo cru caíram em 4,5 milhões de barris, para 269,8 milhões de barris na semana passada - menor nível desde 1975.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.