Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Preço do petróleo reage com oscilação aos dados nos EUA

O preço dos contratos de petróleo negociados no mercado futuro reagem com volatilidade (oscilação), mas com tranqüilidade, aos relatórios sobre reservas do produto e de seus derivados na semana passada nos EUA.Apesar de os relatórios mostrarem reduções fortes de estoques de petróleo bruto e de gasolina, o recuo das reservas de destilados - grupo que reúne o óleo de aquecimento - não foi muito divergente das previsões. As quedas foram reflexo da passagem de furacões na área do Golfo do México, o que afetou as importações e os processos de refino no território norte-americano.Na Bolsa eletrônica dos Estados Unidos (Nymex), o contrato do petróleo cru para novembro reagiu com volatilidade e sobe 0,51%, para US$ 47,05 o barril. Na International Petroleum Exchange, em Londres, o contrato do brent para novembro sobe 0,71%, para US$ 43,70 o barril.As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.