Preço do trigo sobe com seca nos EUA

Os preços do trigo no mercado futuro subiram ontem com as notícias de piora no desenvolvimento da safra de inverno nos Estados Unidos. Na segunda-feira, o Departamento de Agricultura do país informou que apenas 47% das lavouras encontram-se em boas ou excelentes condições, o menor porcentual desde 1991 e inferior aos 62% registrados em igual período do ano passado. Falta chuva para as lavouras americanas. O governo americano afirmou que 39% da safra apresenta condição regular e 14% ruim. Como o clima também foi desfavorável para as safras europeias neste ano, aumenta a preocupação com a oferta do cereal. O contrato de trigo para entrega em dezembro fechou com valorização de 2,67%, cotado a US$ 6,92 por bushel.

Análise:Filipe Domingues, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2010 | 00h00

Também contribuiu para o salto das cotações o fato de que os participantes do mercado de trigo haviam vendido muito nos últimos meses e ontem ajustaram algumas posições - recompraram contratos negociados anteriormente. Milho e soja encontraram sustentação no desempenho do trigo. Os lotes de milho para entrega em dezembro subiram 0,40% e fecharam a US$ 5,71/bushel. A soja para janeiro avançou 0,10% e terminou a US$ 12,19/bushel.

Na Bolsa de Nova York, o destaque voltou a ser o algodão, que subiu 3,91%. A firme e contínua demanda da China puxou novamente os preços para o maior nível desde 1870.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.