Jefferson Pancieri/Prefeitura de São Paulo
Jefferson Pancieri/Prefeitura de São Paulo

Preço dos imóveis residenciais sobe 0,03% em novembro no País

Apesar do avanço no mês, o preço médio dos imóveis sofreu queda de 0,54% no acumulado do ano e baixa de 0,41% nos últimos 12 meses, aponta o FipeZap

Circe Bonatelli, O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2017 | 09h46

O preço médio dos imóveis residenciais no País teve uma leve alta de 0,03% de outubro para novembro, de acordo com pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) feita com base nos anúncios de 20 cidades no site Zap Imóveis.

+ Inflação do aluguel sobe mais que o esperado em novembro

Apesar do avanço no mês, o preço médio dos imóveis sofreu queda de 0,54% no acumulado do ano e baixa de 0,41% nos últimos 12 meses.

Em novembro, 12 das 20 regiões cobertas pela pesquisa tiveram alta nominal dos preços anunciados na comparação mensal, como foi o caso de Belo Horizonte (0,54%), Florianópolis (0,48%), Goiânia (0,33%), São Paulo (0,09%) e Distrito Federal (0,01%).

+ Crédito imobiliário cresce 1,2% e totaliza R$ 3,69 bi em outubro

As outras oito regiões mostraram retração nos preços médios, como no Rio de Janeiro (-0,37%), Santos (-0,27%), Salvador (-0,07%) e Porto Alegre (-0,03%).

+ Morar de aluguel e investir entrada do imóvel pode dobrar patrimônio

O valor médio do metro quadrado dos imóveis residenciais anunciados nas 20 cidades foi de R$ 7.632. O Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o preço mais caro do País (R$ 9.835), seguida por São Paulo (R$ 8.736) e Distrito Federal (R$ 8.256). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.