Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Preço médio da tarifa aérea chegou a R$ 321,78 no segundo trimestre de 2018

Valor registrou queda de 4% na comparação com o ano passado; 55,7% ficaram abaixo de R$ 300

O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2018 | 18h28

A tarifa aérea doméstica atingiu R$ 321,78 no segundo trimestre deste ano, na média ponderada dos meses e considerando os valores deflacionados pela IPCA, o índice oficial da inflação, conforme dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Na comparação anual, houve queda de 3,9% da tarifa.

No acumulado de 2018, o preço médio da tarifa aérea alcançou R$ 342,94, 1,5% acima do verificado em igual intervalo de 2017, quando os valores fecharam em R$ 337,84. 

No período, 8% das passagens aéreas comercializadas tiveram preço inferior a R$ 100, e 55,7% ficaram abaixo de R$ 300. As passagens acima de R$ 1.500 representaram 0,6% do total, calcula a Anac.

Já o valor médio por quilômetro pago pelo passageiro (yield) foi de R$ 0,27623 em voos domésticos no segundo trimestre, considerando dados deflacionados. Esse valor corresponde a uma queda de 4,6% na comparação anual.

No trimestre anterior, tanto a tarifa quanto o yield haviam mostrado tendência inversa, aumentando em relação ao primeiro trimestre de 2017, aponta a Anac.

Na abertura por empresas, apenas a Azul mostrou aumento na tarifa aérea média, em rotas domésticas, durante o segundo trimestre (+4,0% na base anual). As tarifas praticadas pelas demais companhias apresentaram queda: 9,3% para a Gol, 5,3% para a Avianca e 4,1% para a Latam. Já para o yield, o comportamento foi de queda para todas as empresas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.