Gabriela Bilo|Estadão
Gabriela Bilo|Estadão

Preço vai falar mais alto nas compras de Dia das Mães

Promoções e descontos são os principais fatores na hora de ir às compras; preferência por shoppings diminui

Márcia De Chiara, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2017 | 07h00

A recessão derrubou os desejos das mães que vão receber o presente no próximo domingo. Preço, promoção e desconto serão os fatores decisivos para os filhos na hora de comprar o presente neste ano. Pesquisa da Boa Vista SCPC revela que 43% dos entrevistados apontaram o preço e a promoção como os atributos principais na hora de ir às compras, um resultado 17 pontos porcentuais acima do registrado no ano passado. A enquete foi feita no mês passado com 600 pessoas em todo País.

No Dia das Mães de 2015, o principal fator considerado na hora das compras, por 31% dos entrevistados, era o presente desejado por quem iria recebê-lo. Neste ano, esse quesito foi apontado por apenas 12% dos consultados. O Dia das Mães é a segunda data mais importante em faturamento para o varejo e só perde para o Natal.

Apesar de o valor médio do presente se manter neste ano em R$ 197, em termos nominais – sem descontar a inflação – há sinais de que os filhos serão mais cautelosos nos gastos. A enquete mostra que houve um aumento expressivo, de 48% para 55%, de 2016 para 2017,  daqueles que pretendem desembolsar itens de até R$ 100.

Mais uma vez, produtos mais caros e dependentes de crédito, como eletrodomésticos e móveis, por exemplo, perdem força na intenção de compra. E o presente mais adequado ao orçamento apertado será algum item pessoal, como calçado ou vestuário.

Shopping. Curiosamente, caiu a participação do shopping como o local preferido para as compras. Ele foi apontado por 43% dos entrevistados no ano passado e agora apareceu na preferência 36%. O resultado é inferior ao das lojas de rua e de bairro, que ficaram com 41% das respostas neste ano.

As lojas físicas ainda são o principal local de compra (90%) e o comércio eletrônico detém 10% da preferência. Quanto à forma de pagamento, a maioria (77%) planeja quitar a compra à vista e em dinheiro (50%) para evitar o endividamento.

Tudo o que sabemos sobre:
VarejoDia das Mães

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.