Preços agrícolas caíram 2,16% em maio

Os preços agrícolas caíram 2,16% em maio, 0,57 ponto percentual acima da variação de abril (-2,73%), no segundo mês seguido de queda. Para o pesquisador Nelson Batista Martin, do Instituto de Economia Agrícola (IEA), responsável pelo levantamento, "a intensificação da colheita da safra 2002/03 e a manutenção da valorização do real foram responsáveis pela queda do índice de preços recebidos pelos agricultores (IPR)". Segundo Martin, nos primeiros cinco meses do ano, a variação acumulada do IPR foi de -0,07%, em comparação com 6,97% do IGP-M e com 5,51% do IPC-Fipe (estimativa). "Isto indica perda no poder de troca dos agricultores de 7,04 pontos percentuais em relação ao IGP-M e de 5,58 pontos percentuais frente ao IPC-Fipe".No período de janeiro a maio deste ano, nove produtos apresentaram acréscimo nos preços, dos quais banana, batata, cana-de-açúcar e cebola com aumento acumulado superior a 20%. Já o algodão, arroz, tomate, leite e ovos tiveram aumentos inferiores a 20%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.