Preços agrícolas desaceleram e IGP-M sobe menos na 1ª prévia

Indicador avança 0,42% na primeira prévia de fevereiro, ante alta de 0,67% no mesmo período de janeiro

Reuters,

12 de fevereiro de 2008 | 08h24

A inflação pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) iniciou fevereiro em desaceleração, refletindo uma menor pressão dos alimentos agrícolas. O indicador avançou 0,42% na primeira prévia do mês, ante alta de 0,67% no mesmo período de janeiro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira, 12. Economistas previam uma leitura de 0,44%.   Veja também:    Entenda os principais índices de inflação Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) teve alta de 0,50%, abaixo do avanço de 0,76% na abertura de janeiro. O IPA agrícola reduziu a elevação para 0,32% no início do mês, seguindo a taxa positiva de 1,90% na leitura anterior. As principais quedas individuais de preços no atacado foram do setor agrícola: milho em grão, aves, tomate e ovos. A inflação no varejo também desacelerou, em razão de uma taxa negativa dos custos dos alimentos. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) elevou-se em 0,16% no começo de fevereiro, frente à alta de 0,47% na primeira prévia de janeiro. O grupo Alimentação teve baixa de 0,03%, seguindo a alta anterior de 0,88%. Também registrou queda de preços o grupo Vestuário, de 0,37%, em um movimento sazonal. Os maiores recuos individuais de preços ao consumidor foram de batata-inglesa, pimentão, limão, melancia e tomate. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou variação positiva de 0,52%, a mesma da abertura de janeiro. No ano, o IGP-M acumula alta de 1,52% e nos últimos 12 meses, de 8,55%.

Tudo o que sabemos sobre:
INFLACAOIGPMATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.