Preços ao consumidor alemão ficam estáveis em agosto

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha desacelerou fortemente em agosto ante mesmo período do ano passado, à medida que os preços do setor de energia diminuíram. O resultado final confirmou os dados preliminares.

AE, Agencia Estado

11 de setembro de 2013 | 05h29

A inflação cresceu 1,5% em agosto em relação ao mesmo período do ano passado, após alta de 1,9% em julho. Já na comparação mensal, o índice permaneceu estável. Economistas consultados pela Dow Jones previam alta mensal de 0,1% e anual de 1,7%.

A inflação dos preços de energia - incluindo energia doméstica e dos combustíveis - diminuiu acentuadamente para 0,5% em agosto, ante 2,9% no sétimo mês do ano, mesmo com os preços de energia elétrica em alta.

Em termos harmonizados para a zona do euro, a inflação anual na Alemanha acelerou para 1,6%. Na comparação mensal, índice também ficou estável. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhainflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.