Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Preços ao consumidor dos EUA ficam estáveis em julho

Os preços ao consumidor dos Estados Unidos ficaram estáveis em julho, ante junho, mas exibiram a maior queda desde 1950 nos últimos 12 meses, mostraram dados do governo nesta sexta-feira.

REUTERS

14 de agosto de 2009 | 10h56

O Departamento de Trabalho informou que o índice de preços ao consumidor ficou estável, após alta de 0,7 por cento em junho, em linha com as previsões do mercado.

Os preços de gasolina recuaram 0,8 por cento, após salto de 17,3 por cento no mês anterior, ajudando a manter o índice geral controlado. O componente de alimentos declinou 0,3 por cento, maior queda desde maio de 2002, após leitura estável em junho, enquanto os preços de vestuário e novos veículos aumentaram em julho.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, os preços ao consumidor caíram 2,1 por cento, maior baixa desde janeiro de 1950.

Excluindo os preços voláteis de energia e alimentos, a inflação ao consumidor avançou 0,1 por cento em julho, após alta de 0,2 por cento em junho. O resultado também veio dentro das expectativas do mercado.

Ante julho do ano passado, o núcleo da inflação aumentou 1,5 por cento, menor avanço desde fevereiro de 2004, após alta de 1,7 por cento em junho.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUACPIJULHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.