Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Preços ao consumidor nos EUA caem 0,2% em agosto, primeira queda em mais de um ano

Os preços ao consumidor nos Estados Unidos caíram pela primeira vez em quase um ano e meio em agosto, potencialmente diminuindo a urgência do Federal Reserve, banco central dos EUA, para elevar suas taxas de juros.

LUCIA MUTIKANI, REUTERS

17 de setembro de 2014 | 11h05

O Departamento do Trabalho informou nesta quarta-feira que seu Índice de Preços ao Consumidor recuou 0,2 por cento no mês passado, influenciado pela ampla queda nos preços de energia que compensou altas nos preços de alimentos e moradias.

Esta foi a primeira queda desde abril do ano passado e veio após avanço de 0,1 por cento em julho.

Economistas consultados pela Reuters haviam previsto que os preços ao consumidor ficariam estáveis em agosto. O índice cresceu 1,7 por cento nos 12 meses até agosto, o menor avanço em cinco meses, após alta de 2,0 por cento em julho.

A inflação esfriou levemente após aceleração no segundo trimestre, que havia alimentado especulações de elevação antecipada dos juros pelo Fed.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUACPI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.