Preços ao produtor alemão sobem 1% em maio

A inflação de preços ao produtor da Alemanha atingiu o seu mais alto patamar em dois anos em maio, conduzida pelo aumento dos preços da energia, disse nesta sexta-feira o Escritório Federal de Estatísticas (Destatis).O Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês), que mede os preços ao atacado, subiu 1% no mês e 6% em bases anualizadas, ficando levemente acima das estimativas.Os economistas ouvidos pela Dow Jones Newswires previram alta de 0,9% no mês e de 5,8% em termos anualizados.Em abril, os preços ao produtor aumentaram 1,1% no mês e 5,2% em 12 meses.Segundo o escritório, os itens do índice relacionados à energia foram os que tiveram os maiores aumentos e já subiram 15% em 12 meses até maio.Excluindo os preços da energia, o PPI subiu 2,9% em maio, em bases anualizadas, acima da alta de 2,7% de abril.As indústrias estão sentindo mais a pressão da alta dos preços da eletricidade, que subiram 11,5% em 12 meses, enquanto que as famílias pagaram somente 5,1% no mesmo período. O preço do gás para as companhias subiu 11,8% em maio, ante o mesmo mês do ano passado, enquanto que para o consumo doméstico a alta foi de 4,7%. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.