Preços ao produtor da Austrália têm alta de 1,9% no tri

O preços ao produtor da Austrália subiram no primeiro trimestre, puxados pelos custos dos combustíveis, energia e construção. Os dados não alteraram, no entanto, as expectativas de que o Reserve Bank da Austrália (RBA, o banco central do país), não irá elevar as taxas de juros à medida que dados recentes têm indicado uma desaceleração na demanda interna.O índice de preços finais ao produtor (PPI) subiu 1,9% nos primeiros três meses de 2008, ante o quarto trimestre do ano passado, e teve alta de 4,8%, em comparação com um ano antes, de acordo com o Escritório de Estatísticas australiano.A elevação trimestral foi a mais alta na história da série do índice, cuja divulgação pelo Escritório de Estatísticas foi iniciada em 1998. O avanço dos preços ao produtor veio acima das estimativas do mercado, que previam um aumento de 1%."A alta é uma "balde de água fria" para a visão de que a inflação está começando uma trajetória de queda, mas os números não devem ser suficientes para fazer com que o Banco Central eleve a taxa (de juros) em maio", disse o economista-chefe do Macquarie Group, Brian Redican.Os sinais de que o aumento nos preços está sendo conduzido pelo lado da oferta, e não pela demanda do consumidor, preocupará o banco central, afirmou Redican."Não é uma inflação puxada pela demanda, que o Reserve Bank pode realmente atacar, mais ela parece estar vindo através dos custos do lado da oferta...então isto pode ser um problema de difícil solução", disse o economista. "Em termos de pressões inflacionárias no médio prazo, é óbvio que isto manterá o banco central em alerta."O dólar australiano subiu 30 pontos, para US$ 0,9366, seguindo os dados e a queda das taxas de juros futuras.A economista do JPMorgan, Helen Kevans, atribuiu a elevação do PPI à alta de 5% nos preços dos produtos importados no estágio preliminar da produção. "O aumento de 8% nos preços do petróleo cru no trimestre mais que equilibrou a alta de 2% do dólar australiano", ressaltou Helen."Eu não acho que isto terá alguma influência na política monetária dados os recentes indicadores que estamos vendo", incluindo as quedas no financiamentos imobiliário, o crescimento do crédito e a confiança, afirmou a economista.O Reserve Bank da Austrália manteve a taxa de juros inalterada em 7,25%, o mais alto nível em 12 anos, na sua reunião de abril, e os mercados estimam em 32 pontos bases o corte da taxa no final do ano, de acordo com o Credit Suisse. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.