Preços ao produtor nos EUA caem com força por energia

Os preços ao produtor nos Estados Unidos caíram mais do que o esperado em novembro uma vez que o custo da energia registrou o maior recuo em mais de três anos, de acordo com relatório do Departamento do Trabalho, que mostrou poucas pressões inflacionárias na economia.

Reuters

13 de dezembro de 2012 | 11h52

O departamento informou que seu índice de preços ao produtor ajustado sazonalmente recuou 0,8 por cento no mês passado, a segunda queda seguida. A queda em novembro nos preços no atacado foi a maior forte desde maio.

O Departamento do Trabalho informou que a coleta de dados não foi afetada substancialmente pela supertempestade Sandy.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que os preços nas fazendas, fábricas e refinarias caíssem 0,5 por cento no mês passado.

Os preços no atacado excluindo os voláteis custos de alimentos e energia subiram apenas 0,1 por cento, depois de recuarem 0,2 por cento em outubro. Economistas consultados pela Reuters esperavam alta de 0,2 por cento.

(Reportagem de Jason Lange)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUAPRECOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.