finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Preços ao produtor nos EUA caem, mas núcleo preocupa

A queda no custo da energia ajudou areduzir os preços ao produtor nos Estados Unidos em junho, deacordo com relatório divulgado nesta terça-feira peloDepartamento de Trabalho. O núcleo da inflação, porém,continuou subindo em um ritmo que pode preocupar osresponsáveis pela política monetária. Os preços ao produtor nos EUA recuaram 0,2 por cento emjunho, após alta de 0,9 por cento em maio. Foi a primeira quedano índice desde janeiro. Mas o núcleo do índice, que exclui alimentos e energia,avançou 0,3 por cento, após alta de 0,2 por cento em maio. Os preços de energia recuaram 1,1 por cento em junho,revertendo parte da alta de 4,1 por cento de maio. Jim Caron, da área de pesquisa em taxas globais do MorganStanley, disse que o núcleo da inflação mais elevado chamou aatenção. "Se é isso que o Fed diz que estava olhando, é um dadoque temos que levar em conta com seriedade", afirmou. Para os investidores, o dado pode reduzir as chances de umcorte do juro pelo Federal Reserve. Analistas consultados pela Reuters esperavam aumento de 0,2por cento para o índice cheio e também para o núcleo doindicador. Os membros do Fed têm expressado cautela com um possívelaumento das pressões inflacionárias, e o chairman do Fed, BenBernanke, deve dizer ao Congresso nesta semana que o bancocentral continua alerta com a inflação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.