Preços caem nos supermercados

O resultado da pesquisa de abastecimento realizada semanalmente pelo InformEstado confirma a acomodação dos preços na primeira semana de setembro. Nos supermercados, os mais de 70 itens avaliados mostraram em média queda de 1,06% em relação ao valor registrado na semana anterior. Nove produtos (12,3% do total) não apresentaram variação no período e 22 oscilaram entre aumento de 1% e queda do mesmo porcentual.Os preços de verduras, frutas, ovos e legumes também mostraram certa estabilidade, com pequena alta nas feiras livres (1,30%) e baixa nos supermercados (de 1,06%), de acordo com o levantamento do InformEstado. Nas feiras livres, os ovos (com aumento de 16,44%) e as verduras (8,55%) foram os grupos que mais contribuíram positivamente para o cálculo. Nos supermercados, seis itens entre os legumes, frutas e verduras não registraram mudança de preço (maçã, cenoura, maço de salsa e cebolinha, tomate e couve).Preço da cesta básica também recuaDurante a semana, houve recuo no preço da cesta básica. Segundo pesquisa Procon/Dieese, até quinta-feira, o valor apresentou queda de 0,81%. Ontem, o preço médio da cesta foi calculado em R$ 137,66. Entre as principais altas registradas pelo InformEstado nos supermercados durante a semana ficaram o quilo de batata (26,25%), o biscoito de água e sal Tostines (8,93%) e o frango resfriado (5,66%).Os itens que apresentaram as maiores quedas foram o presunto cozido fatiado Sadia (9,98%), o sabonete Lux suave (6,98%) e iogurte com polpa de frutas Danone com seis unidades (6,85%). Na cesta básica, o resultado negativo foi pressionado principalmente pela queda de 9,18% da carne de primeira e de 6,14% do feijão carioquinha durante a semana. Entre as maiores altas registradas pelo Procon/Dieese ficaram a batata (17,28%) e a salsicha avulsa (7,58%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.