Preços das importações da Coréia do Sul crescem 3,8%

O índice de preços das importações da Coréia do Sul subiu 3,8% em abril, abaixo da expansão de 8,2% registrada em março - a maior em uma década -, disse nesta sexta-feira o Banco da Coréia do Sul (BOK, o banco central do país)."Os preços do petróleo e das matérias-primas permaneceram elevados no mês passado, mas a depreciação relativamente baixa da moeda sul-coreana em comparação com os meses anteriores tem contribuído parcialmente para uma queda nos números de abril", disse o BOK.Os preços das importações em abril, em termos anualizados, tiveram a maior alta em quase 10 anos, avançando 31,3%, ante o crescimento de 28% em março, impulsionados principalmente pela alta dos preços do petróleo cru e das matérias-primas, combinada com o enfraquecimento do won, disse o BOK.A alta do índice em abril, em termos anualizados, foi a maior desde maio de 1998, quando registrou elevação de 31,9%.Excluindo o efeito da conversão do câmbio, os preços das importações subiram 3,3%, no mês, e 21,9%, em 12 meses.Em abril, a média da taxa de câmbio dólar-won foi de 987,24 wons, maior que os 982,51 wons de março.Os preços das exportações subiram 2,4% em abril, comparado com o ganho de 6,3% em março, devido à alta dos preços dos produtos petroquímicos e das máquinas, seguindo a alta contínua nos preços do petróleo e das matérias-primas e o enfraquecimento do won, disse o BOK.Os números de março foram os mais altos em mais de 10 anos.Em 12 meses, os preços das exportações aumentaram 15,7% em abril - o maior ganho desde novembro de 1998 quando os preços subiram 16,4%, ante a alta de 13,4% em março.Excluindo o efeitos dos câmbio estrangeiro, os preços das exportações aumentaram 1,7% em abril, e 7,3%, em 12 meses. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.