Preços das passagens aéreas internacionais sobem nesta quinta

Os preços das passagens aéreas internacionais vão aumentar a partir desta quinta-feira por causa de uma nova regra adotada pelo Departamento de Aviação Civil (DAC), dizem empresas do setor de turismo. A nova regulamentação também vai impossibilitar o financiamento de passagens aéreas pelas companhias estrangeiras em dez vezes sem juros, como vinha ocorrendo em algumas empresas. Para coibir irregularidades na venda de passagens por operadoras ou agências de turismo - que muitas vezes forneciam descontos permitidos apenas para os pacotes de turismo a passageiros de outras categorias -, o DAC resolveu publicar num documento os abatimentos máximos autorizados em acordos bilaterais com países com os quais o Brasil mantém rotas. E promete fiscalizar passageiros nos aeroportos para ver se a distinção entre pacote, bilhete avulso e corporativo está sendo respeitada, segundo as empresas. Na prática, os valores publicados representam um novo piso para as tarifas aéreas ao consumidor. Até esta terça-feira, nem todas as companhias aéreas haviam divulgado os valores de suas tarifas promocionais, o que estava provocando alvoroço entre as operadoras, a dois dias da vigência do novo sistema. A companhia americana Continental Airlines calcula que a sua passagem mais vendida, de São Paulo a Nova York, ficará em média 20% mais cara se as operadoras repassarem a regra à risca para o consumidor.

Agencia Estado,

31 Março 2004 | 04h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.