Preços do varejo na Grande SP sobem 1,74% em junho

Os preços do comércio varejista na Grande São Paulo registram alta de 1,74% em junho na comparação com maio. A variação do Índice de Preços no Varejo (IPV), medido pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), foi maior do que a estimada inicialmente pela instituição (1,5%) para o período. Todos os grupos pesquisados registraram elevação de preços. A maior variação foi verificada nos produtos semiduráveis, que subiram 3,38% no período, em razão da pressão dos segmentos vestuário, tecidos e calçados. E, de acordo com a Fecomercio, a tendência ainda é de aumento.Os artigos não-duráveis também estão em escalada, refletindo o aumento do dólar e revertendo as quedas registradas em maio. A variação no fechamento de junho foi de 0,63%, sendo que os alimentos subiram 0,72% em relação a maio. Este é outro segmento que está apontando para uma alta ainda maior, pois na pesquisa da variação semanal (comparação com a terceira semana de junho), subiu 1,59%.Os bens duráveis, no qual estão incluídos eletrodomésticos e móveis e decorações, registraram elevação de 1,84%, e as perspectivas também são de manutenção de alta. O comércio automotivo (1,30%) e materiais de construção (0,28%), no entanto, estão indicando que podem perder o fôlego nas próximas semanas. Ambos já apresentam até variação negativa na comparação semanal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.