Preços dos alimentos estão estáveis

Os preços dos alimentos mantiveram-se estáveis na semana passada apesar da previsão de que o início da entressafra da carne bovina ocasionasse alta. Com exceção do comportamento dos produtos in natura nos supermercados, o custo dos alimentos e dos outros itens que compõem a cesta básica registrou queda durante a semana na Grande São Paulo, segundo pesquisas realizadas pelo InformEstado e Fundação Procon/Dieese.Na quarta semana de outubro, o valor da cesta básica calculado pelo Procon caiu 0,26% em relação à semana anterior. As carnes bovinas, mesmo neste período de entressafra, praticamente garantiram a estabilidade pelo peso que ocupam na composição do cálculo. Durante a semana a carne de primeira variou 0,09% e foi o item de maior contribuição positiva. Nos últimos 30 dias, a carne de primeira apresentou queda de 2,24% e a de Segunda subiu 1,89% nos últimos 30 dias. No mesmo período, o frango resfriado, cotado em R$ 1,70, praticamente não apresentou variação.Cesta básicaNo mês, a cesta básica variou 0,23% e, em 30 dias, 0,04%. No ano, a alta acumulada é de 1,18% e, nos últimos 12 meses, de 7,72%. Na avaliação do Procon, a variação dos últimos 30 dias traz expectativa de manutenção da tendência de baixa para o mês de outubro, após dois meses de altas: 2,21% em agosto e 1,28% em setembro.Em geral, a cesta sempre registra alta em outubro, com exceção do ano de 1998, quando os preços sofreram queda de 1,55%. Outro item que pode puxar para cima o preço médio da cesta básica é a batata, com alta mensal de 1,77%. Mas, nesse caso, os aumentos ocorrem em ritmo lento, segundo o Procon, intercalados com pequenas quedas diárias.Preços caíram 0,05% nos supermercados e 1,39% nas feiras livresOs preços dos mais de 70 produtos pesquisados semanalmente pelo InformEstado nos principais hiper e supermercados de São Paulo registraram queda média de 0,05%, ante alta de 1,11% calcula na semana anterior. Ainda nos supermercados, os alimentos in natura mostraram alta de 0,96%, após registrar 0,26% de variação no período anterior. Nas feiras livres, os in natura tiveram queda de 1,39%, ante variação negativa de 5,85% da semana passada.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2000 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.