Preços dos supermercados de SP recuam 0,48%

Os preços cobrados pelos supermercados da capital paulista registraram em fevereiro uma queda de 0,48%. Em janeiro, a alta foi de 0,19%. Nos primeiros dois meses do ano, os preços dos supermercados acumulam uma retração de 0,29%, de acordo com o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), medido pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe. Os alimentos e bebidas apresentaram uma queda de 0,45%, enquanto os produtos de limpeza recuaram 0,97% e os de higiene e beleza caíram 0,35%. As carnes tiveram redução de preço: a bovina caiu 2,19%; a suína, -4,49%; o frango, -4,54%. Na categoria, o pescado foi o único item que subiu: 1,64%. Já o preço do feijão subiu 8,29%, em razão das chuvas. O café aumentou 2,30% e os óleos, 1,23%. O arroz teve uma queda de 0,29% e o açúcar, -13,61%. Os preços dos alimentos industrializados também caíram, atingindo - 0,56%, o dobro do mês anterior . Os itens in natura também apresentaram queda, de 0,68%, sendo que os legumes recuaram 15,94%, os tubérculos subiram 4,45% e as verduras, +12,06%. Nas bebidas não-alcoólicas, a alta foi de 0,98% e nas alcoólicas, de 0,28%.

Agencia Estado,

10 Março 2004 | 18h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.