Preços dos supermercados subiram 0,69% em setembro

A taxa de variação dos preços dos produtos comercializados nos supermercados foi de 0,69% em setembro, após a queda de 0,8% em agosto. A elevação é resultado do período de entressafra agrícola, que pressionou os alimentos, motivando uma alta de 0,7%, sobretudo dos alimentos protéicos: a carne bovina subiu 4%; a suína, 6%; e o frango, 7%. Os industrializados apresentaram alta de 0,22%. Os alimentos in natura foram puxados pelos aumentos dos cítricos, como laranja e limão, e dos legumes. Os tubérculos e verduras tiveram queda. Os dados são da Associação Paulista de Supermercados (APAS), que mede mensalmente o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), em parceria com a Fipe. No período, as bebidas não alcoólicas variaram 0,53% e as bebidas alcoólicas, 2,53%. Os produtos de limpeza e higiene subiram respectivamente 0,27% e 0,38%. A variação de preços acumulada em 2003 está em 6,42% e nos últimos doze meses em 19,99%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.