Preços internacionais de alimentos sobem 1% em abril

Cesta acompanhada pela FAO sofreu influência de uma forte alta dos preços de laticínios

Angelo Ikeda, da Agência Estado,

09 de maio de 2013 | 16h04

ROMA - Os preços internacionais dos alimentos subiram 1% em abril ante março, impulsionados por uma forte alta dos preços de laticínios, informou nesta quinta-feira a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

O índice de preços de alimentos da FAO, que mede a variação mensal dos preços globais de uma cesta de commodities alimentícias, atingiu 215,5 pontos em abril, um aumento de 2 pontos na comparação com o mês anterior e com abril do ano passado. O indicador está agora apenas 9% abaixo do pico atingido em fevereiro de 2011.

O índice de preços de laticínios da FAO teve aumento de quase 15% em abril ante o mês anterior, para 258,8 pontos. De acordo com a FAO, a alta foi motivada pela forte queda da produção de leite na Nova Zelândia, após um período prolongado de seca no país no começo do ano.

O indicador que mede os preços de carne marcou 178,7 pontos no mês passado. Esse nível vem se mantendo estável desde o final do ano passado, embora os preços de carne estejam historicamente altos, disse a FAO.

No caso dos cereais, os preços tiveram queda de 4,1% em abril na comparação com o mês anterior, devido principalmente aos preços mais baixos do milho. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
faoalimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.