Preços nos supermercados recuam 0,31% em março

Os preços dos produtos vendidos em supermercados recuaram 0,31% em março. Foi a segunda queda consecutiva do Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe-USP. Em fevereiro, a variação tinha sido de 0,48%. No ano, o índice acumula queda de 0,60%.O segmento de alimentos apresentou retração de 0,26% e os de não alimentos, de 0,08%. As bebidas não alcoólicas tiveram alta de 0,3%, enquanto as alcoólicas apontaram queda de 0,13%. Já os artigos de limpeza recuaram 0,59% e os produtos de higiene e beleza baixaram 0,83%.Os preços das proteínas ainda percorrem uma trajetória descendente: a carne bovina teve queda de 2,4%; as carnes suínas, de 1,17%; e o frango, de 2,7%. Na contramão, só o pescado, que subiu 1,21%. O preço do feijão, depois de subir 8,29% em fevereiro, caiu 2,35%, enquanto o arroz se retraiu 4,89%.Os alimentos industrializados, na média, tiveram uma alta de 0,29%. O açúcar, por sua vez, é uma das exceções. Em março, a queda foi de 9,70% e no mês anterior tinha sido de 13,61%, o que resulta em uma variação acumulada em 12 meses de 41,18%. O óleo de soja subiu 5,44%. Os preços dos produtos in natura registraram alta de 2,08%, a saber: legumes (1,79%), tubérculos (2,03%), verduras (2,24%) e ovos (7,45%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.