coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Preços sobem 10,4% na Argentina

O Indec, escritório oficial de estatística da Argentina, informou que os preços ao consumidor subiram 10,4% em abril, em relação a março. Em março, a alta havia sido de 4,0%. Nos primeiros quatro meses de 2002, os preços ao consumidor acumularam uma alta de 21% em relação a dezembro do ano passado.O índice de preços ao produtor da Argentina, que inclui os preços de bens nacionais e importados, registrou uma alta de 19,7% em abril em comparação com março, informou o Instituto Nacional de Estatística (Indec). De janeiro a abril, os preços ao produtor acumulam uma alta de 60,7% em relação a dezembro de 2001. Os produtos argentinos acumulam uma variação de preço de 54,5%, enquanto os preços dos importados subiram mais de 150% em comparação com dezembro, informou o Indec.

Agencia Estado,

06 de maio de 2002 | 16h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.