Prejuízo da TIM no Brasil reduz lucro da Telecom Italia

O prejuízo de R$ 107,929 milhões no primeiro trimestre registrado pela TIM Participações foi um dos principais motivos para a queda de 35% no lucro da sua controladora, a Telecom Italia, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a companhia italiana, a acirrada competição em seu mercado doméstico de banda larga e mudanças regulatórias na telefonia fixa também contribuíram para o mau desempenho.A maior operadora de telecomunicações da Itália registrou lucro líquido de 501 milhões de euros (US$ 787,44 milhões) no trimestre encerrado em 31 de março, ante 775 milhões de euros nos primeiros três meses de 2007. A receita do período foi de 7,298 bilhões de euros, 2,4% abaixo dos 7,475 bilhões de euros do primeiro trimestre do ano passado. A dívida líquida, que estava em 35,7 bilhões de euros no fim de 2007, caiu para 35,4 bilhões no final de março.O prejuízo acima do esperado da TIM Participações, no Brasil, que tem sido o carro-chefe do grupo, revelou crescentes desafios nos mercados emergentes. A empresa atribuiu as perdas ao acirramento da concorrência e à provisão para devedores. A nova administração da Telecom Italia, que assumiu em dezembro passado, tem se empenhado na redução do endividamento e na expansão das operações na Itália e em outros mercados importantes, como a Alemanha e o Brasil, mas descartou movimentos mais agressivos devido à crise financeira. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.