Prejuízo da Varig Engenharia e Manutenção quintuplica em 2005

A VEM - Varig Engenharia e Manutenção registrou prejuízo de R$ 70 milhões no ano passado, num salto de mais de cinco vezes em relação aos R$ 12,1 milhões contabilizados em 2004, conforme balanço da companhia divulgado hoje. A empresa foi vendida em novembro do ano passado para o consórcio Aero-LB Participações, que tem a participação da companhia aérea portuguesa TAP.As receitas líquidas (montante que a empresa efetivamente recebe pelas vendas de seus produtos, ou seja, o faturamento diminuído dos impostos diretos) da empresa somaram R$ 443 milhões em 2005, com acréscimo de 10,80% em relação ao registrado em 2004. Segundo dados da própria empresa, 74% das vendas foram para o grupo Varig, com ligeira queda em relação aos 78% contabilizados em 2004.Com imobilizado avaliado em R$ 293 milhões no final do ano passado, a VEM registrou piora no capital de giro no montante de R$ 176 milhões. Isso basicamente porque a empresa não registrou ingresso de recursos nem das operações (prejuízos) e nem por parte dos acionistas ou obtenção de novos financiamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.