Prejuízo da Vivo sobe 95% no trimestre

A Vivo Participações informou nesta sexta-feira que seu prejuízo líquido teve crescimento de 95,1%, para R$ 493,1 milhões, no segundo trimestre de 2006, tomando como base o mesmo período do ano passado. Na mesma comparação, a receita líquida da empresa caiu 9,8%, atingindo R$ 2,598 bilhões. Os custos operacionais da empresa ficaram praticamente estáveis, em R$ 2,292 bilhões (+0,5%).Seu Ebitda (quanto a empresa gera de recursos apenas em sua atividade, sem levar em consideração os efeitos financeiros e de impostos) caiu, 48,9%, somando R$ 306,3 milhões de abril a junho. A margem Ebitda caiu de 20,8% para 11,8%. O resultado financeiro líquido negativo da companhia recuou 13,3% e alcançou R$ 213,6 milhões. Em 30 de junho, o patrimônio líquido da empresa era de R$ 7,928 bilhões. Os dados são consolidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.