Prejuízo do Merrill Lynch cresce 112,5% no 3º tri, para US$ 5 bi

Banco de investimento foi vendido ao Bank of America em setembro; perdas superam expectativas dos analistas

Danielle Chaves, da Agência Estado,

16 Outubro 2008 | 08h53

O Merrill Lynch registrou prejuízo líquido com operações continuadas de US$ 5,1 bilhões (US$ 5,56 por ação diluída), 112,5% maior do que as perdas de US$ 2,4 bilhões (US$ 2,99 por ação diluída) no terceiro trimestre de 2007. O prejuízo líquido foi US$ 5,2 bilhões (US$ 5,58 por ação diluída) no período, em comparação com o prejuízo de US$ 2,2 bilhões (US$ 2,82 por ação diluída) registrado no mesmo período do ano passado. Os analistas de Wall Street antecipavam prejuízo de US$ 5,26 por ação.   Veja também: BCE emprestará ao BC da Hungria até 5 bilhões de euros Bolsa de Tóquio cai 11,41% e fecha no menor valor em 21 anos Fed não descansará enquanto não resolver crise, diz Bernanke Consultor responde a dúvidas sobre crise   Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise     A instituição, que concordou em ser vendida ao Bank of America em setembro, gerou US$ 16 milhões em receita líquida no trimestre e US$ 5,7 bilhões em receita ajustada. A receita ajustada teve queda de 31% em relação ao mesmo período do ano passado, como resultado de uma variedade de baixas contábeis que foram parcialmente contrabalançadas por ganhos extraordinários. A receita prevista pelos analistas era de quase US$ 1,53 bilhão no terceiro trimestre. As informações são das agências internacionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.