Premiação de Cannes Lions vai mudar e ampliar relevância de Leões

Mais de 120 categorias de premiação foram eliminadas do julgamento das peças publicitárias, segundo o festival

Fernando Scheller, O Estado de S. Paulo

13 de novembro de 2017 | 17h42

Além das alterações na programação do evento e na redução de custos para os participantes, Cannes Lions também está mudando a lógica da premiação. O objetivo, segundo o presidente do festival, José Papa Neto, é dar mais relevância aos Leões, reduzindo a quantidade de prêmios distribuídos em cada categoria. Ao todo, segundo a organização de Cannes Lions, 120 subcategorias da premiação serão eliminadas em 2018.

Outra crítica dos participantes de Cannes Lions será encaminhada. No ano que vem, os júris vão começar a olhar separadamente as peças criadas para empresas, com o objetivo de gerar negócios e vendas, e as realizadas para organizações não governamentais. Trata-se de uma transição para que campanhas feitas com diferentes intuitos tenham avaliações totalmente separadas até 2019 ou 2020. Uma das queixas de era que certas campanhas para ONGs recebiam prêmios importantes, apesar de terem alcance pequeno de público.

Embora o número de categorias tenha sido elevado – serão 26, ante as 24 dos últimos dois anos –, o festival reorganizou a premiação de forma a evitar que elas se confundam. Agora, o festival distribuirá os Leões a partir de nove divisões temáticas: reach (alcance), communication (comunicação), craft (apuro técnico), experience (experiência), innovation (inovação), impact (impacto), good (bem comum), entertainment (entretenimento) e health (saúde) – veja todas as categorias em quadro nesta página.

Nesta reorganização, foram eliminados os prêmios de Cyber, Integrated e Promo & Activation Lions. Foram criados novas categorias: Creative eCommerce, Social & Influencer, Industry Craft, Sustainable Development Goals e Brand Experience & Activation.

Agência do ano. Por fim, outra grande mudança será no peso da pontuação para a escolha dos vencedores de prêmios como Agência do Ano. O objetivo é dar mais vantagens para as empresas que receberem prêmios relevantes, como Grand Prix (Grande Prêmio) e Leões de ouro e prata. Desta forma, será reduzido o peso relativo do total de Leões de bronze e de shortlists (peças finalistas a concorrer a um Leão).

As pontuações para finalistas e Leões de bronze não mudam, continuando em 1 e 3 pontos, respectivamente. Os Leões de prata, que valiam 5 pontos, passam a contar 7. O peso de um Leão de ouro mais do que dobra, passando de 7 para 15 pontos. Enquanto isso, um Grand Prix passa a valer o triplo: evolui de 10 para 30 pontos. Os Grand Prix nas principais categorias do festival – Creative Effectiveness e Titanium – antes valiam 12 pontos e, agora, somarão 35.

Confira as novas categorias do festival Cannes Lions:

Reach (Alcance)

Creative Data Lions

Social & Influencer Lions

PR Lions

Direct Lions

Media Lions

Communication (Comunicação)

Film Lions

Radio & Audio Lions

Print & Publishing Lions

Outdoor Lions

Design Lions

Mobile & Screen Lions

Titanium Lions

Craft (Apuro técnico)

Industry Craft Lions

Digital Craft Lions

Film Craft Lions

Experience (Experiência)

Brand Experience & Activation Lions

Creative eCommerce Lions

Innovation (Inovação)

Innovation Lions

Product Design Lions

Impact (Impacto)

Creative Effectiveness Lions

Good  (Bem Comum)

Sustainable Development Lion

Glass Lions: The Lion for Change

Entertainment (Entretenimento)

Entertainment Lions

Entertainment Lion for Music

Health (Saúde)

Pharma Lions

Health & Wellness Lions

Tudo o que sabemos sobre:
Cannes [França]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.