Premiê e ministro vão para hospital

Samaras teve descolamento de retina e será operado; Rapanos desmaiou e passa por avaliação clínica

ATENAS , O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2012 | 03h06

A maré de más notícias parece não ter fim para os gregos. Além dos problemas econômicos e políticos, da derrota para a Alemanha na disputa da Eurocopa, a saúde dos integrantes do novo governo de coalizão também não vai nada bem.

Ontem, o recém-nomeado ministro de Finanças da Grécia, Vasilios Rapanos, foi hospitalizado apenas uma hora depois de o primeiro-ministro Andonis Samaras anunciar que será submetido hoje a uma cirurgia para corrigir um descolamento de retina.

Rapanos, de 65 anos, teve de ser hospitalizado depois de desmaiar e não pôde participar da cerimônia de juramento de cargo, como estava previsto.

Segundo os meios de comunicação locais, depois de passar mal à noite, Rapanos passou pelo hospital na parte da manhã e depois foi para a sede do Banco Nacional da Grécia, onde ocupava a presidência até ser designado para a pasta de Finanças.

Depois de se sentir mal novamente e desmaiar, retornou ao hospital queixando-se de fortes dores abdominais, enjoo e náusea. Foi submetido a uma bateria de exames e passará por uma avaliação médica para descobrir as causas do mal-estar, segundo comunicado do Hospital Hygeia.

Já Samaras, de 61 anos, foi diagnosticado com um deslocamento de retina no início da tarde de ontem, no Hospital Attiko de Atenas, e um procedimento cirúrgico foi agendado para hoje na parte da manhã.

Após o exame, Samaras voltou para casa e, segundo um colaborador, o primeiro-ministro passava bem e a situação não era grave. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.