Premiê espanhol diz que não descarta pedir ajuda europeia

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, disse nesta sexta-feira que não descarta a possibilidade de recorrer ao programa de compra de títulos do Banco Central Europeu (BCE) para países problemáticos da zona do euro, mas afirmou que a Espanha não espera ter que pedir ajuda agora.

Reuters

28 de dezembro de 2012 | 11h58

"Nós não estamos pensando em pedir ao BCE que intervenha e compre títulos no mercado secundário", disse Rajoy em entrevista à imprensa em Madri. "Mas não podemos descartar a possibilidade no futuro".

Rajoy afirmou que o plano de compra de títulos do presidente do BCE, Mario Draghi, teve um efeito calmante nos mercados após um ano tumultuado. A Espanha enfrenta um ano difícil à frente, especialmente no primeiro semestre, disse ele.

(Por Sonya Dowsett)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROESPANHARAJOY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.